01/06/2020-Goiás-Notícia de Águas Lindas e Entorno – Hospital de Campanha será inaugurado nesta semana

O primeiro Hospital de Campanha montado pelo Governo Federal será inaugurado nesta quinta-feira (4) e atenderá os pacientes diagnosticados com Covid-19 de pelo menos sete municípios do Entorno.

A unidade conta com 200 leitos e iniciará o atendimento com 60, sendo 50 leitos de enfermaria e 10 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Os outros leitos serão disponibilizados conforme a necessidade. Neste momento os profissionais da saúde estão recebendo as instruções para começar a atender os pacientes da cidade e da região.

O espaço foi repassado ao Governo de Goiás após a assinatura de um acordo de cooperação técnica firmada entre os representantes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde de Goiás. O documento estabelece as responsabilidades na estruturação do Hospital de Campanha.

O Ministério de Saúde entregou a unidade com redes de gases, geradores elétricos e camas. A pasta também será responsável pelo aluguel e manutenção da estrutura física do hospital. Já a Secretaria de Saúde de Goiás ficará responsável por operacionalizar a unidade com insumos, equipamentos e prestação de serviços.

O presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB) e prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango ressaltou a importância desse Hospital de Campanha para os municípios do Entorno.
“Nesta semana iremos inaugurar o Hospital de Campanha de Águas Lindas para assegurar a saúde dos moradores do Entorno. Esta unidade tem capacidade para atender até 200 pessoas diagnosticada com Covid-19. Inicialmente serão disponibilizados 60 leitos, sendo 50 de enfermaria e 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). O momento exige a mobilização de todos nós no combate a doença”, declarou.

Carência no sistema de saúde do Entorno
Os municípios do Entorno do Distrito Federal sempre foram uma preocupação para as autoridades. Além da proximidade com a Capital Federal que registra muitos casos, a região é carente em número de leitos de UTI. Até o começo do ano não havia nenhum. Um aumento de casos poderá colapsar os hospitais do Entorno e do Distrito Federal.

Para atender os municípios adjacentes à Brasília, foi estadualizado o Hospital de Luziânia, que entrou em funcionamento, ofertando 10 leitos de UTIs para pacientes da Covid-19.

Acompanhe mais informações nas redes sociais do prefeito Hildo do Candango.