06/01/2018 – ÁGUAS LINDAS – 2018 e a Segurança no Entorno

O ano de 2017 foi um ano de muitas mudanças e conquistas na área da segurança pública na região do entorno pois tivemos a chegada de novos policiais bem como a criação e estruturação e reformas de algumas delegacias.

A chegada de novos policiais bem como a adoção de novas diretrizes de trabalho, aliado a uma estrutura física mais digna daquela que os policiais estavam acostumados, foram determinantes para o aumento do número de prisões investigações realizadas tanto pela polícia civil quanto pela polícia militar.

É com grande prazer hoje que podemos anunciar que nos ultimos 5 anos o efetivo da Polícia Civil nunca esteve tão animado e motivado para trabalhar como está agora.

E 2018 deve ser um ano de novas conquistas. O desafio é levar à população o trabalho realizado pelas forças de segurança na região, como por exemplo o número de prisões realizadas, número de armas retiradas de circulação, de veículos recuperados e prisões em flagrantes realizadas, dados que poucas vezes são divulgados de forma clara e didática a população, ao contrário crimes corriqueiros que paulatinamente estão na mídia dando a população uma sensação de total insegurança.

Por isso, como agentes de segurança, precisamos divulgar melhor o nosso trabalho e fazer com que ele chegue a toda população mostrando que na região existe sim policiais que trabalham continuamente para garantir a segurança da população.

É preciso lutar pela instalação em definitivo do IML e do Núcleo de Perícias na 17° Delegacia Regional, ou seja, em Águas Lindas ou Santo Antônio do Descoberto, eliminando de vez a dependência do IML de Luziânia e de formosa o que gera gastos excessivos ao Estado com deslocamento tanto da polícia civil quanto da polícia militar para essas cidades e prejuízos para a população que tem que se deslocar grandes distâncias para ser atendido.

Outra problemática que vivemos é a falta de local para internação de menores infratores que acabam sendo liberados após 5 dias aguardando vagas na delegacia quando cometem crimes graves na qual poderiam ser internados assim a instalação na região de um centro de internação para menores infratores diminuirá o sentimento de impunidade que paira sobre a população ao ver que esses menores infratores são apreendidos pela polícia mas logo em seguida liberados por falta de estrutura do Estado para promover a devida a reeducação destes.

Em oito anos de trabalho prestados à polícia civil do Estado de Goiás na região do Entorno em especial Águas Lindas de Goiás e Santo Antônio do Descoberto posso afirmar que a cada ano a segurança pública está melhorando, mas não no ritmo que gostaríamos ver. Por isso devemos nos empenhar em fazer melhor. Escolhemos servir a comunidade e devemos buscar sempre servir de forma digna e eficiente.

Que 2018 seja um ano de muitas conquistas na área da Segurança Pública.

Felipe Socha – Delegado Plantonista em Águas lindas de Goiás – Vereador em Santo Antônio Do Descoberto