10/01/2019 – GOIÁS – Goiás negocia acordo de cooperação para recuperar rodovias

Segundo Caiado, as regiões Sul, Sudeste e Sudoeste são as mais prejudicadas pela falta de manutenção das rodovias.

Gabinete de Imprensa do governador de Goiás

Com o intuito de buscar alternativas para recuperar de forma emergencial parte da malha rodoviária do Estado de Goiás, o governador Ronaldo Caiado esteve, na última quarta-feira, dia 09, com o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para tratar da restauração de vias estratégicas ao escoamento da produção agrícola do Estado. De acordo com o governador, o quadro de corrupção e mazelas da gestão anterior comprometeram toda a estrutura de Goiás. “O ministro propôs marcar imediatamente uma ida ao Estado, para fazermos um roteiro e observamos a situação das rodovias e do tráfego. Dei prioridade para esse fato gravíssimo e que pode trazer prejuízos altíssimos ao país e inviabilizar os produtores rurais”, afirmou.

Segundo Caiado, as regiões Sul, Sudeste e Sudoeste são as mais prejudicadas pela falta de manutenção das rodovias. O governador afirmou que será iniciado um trabalho emergencial para que o cidadão consiga transitar e transportar toda a produção agrícola. “Essas regiões são fundamentais para a economia do Estado, pois concentram a maior passagem de carga nesse período de janeiro até abril. Não adianta querer realizar um grande projeto nesta hora, neste momento a prioridade é um tratamento emergencial”, observou.

E as ações para recuperar as rodovias estaduais terão início imediato. O governador assina, nesta quinta-feira, dia 10, um convênio de cooperação entre Governo de Goiás, prefeituras de Jataí e Rio Verde e Ministério Público para viabilizar a recuperação de rodovias na região Sudoeste do Estado. “Será o primeiro passo para garantirmos o escoamento da produção e a resguardarmos a vida dos cidadãos que por ali trafegam”, constatou Caiado.

Relatório emergencial

Durante a visita, o governador Ronaldo Caiado entregou ao Ministro um levantamento, realizado pela Faeg, que detalha a situação da malha rodoviária de Goiás e as vias que demandam reparos mais urgentes. São elas:

GO – 306 (Trecho mineiros à chapadão do céu – entroncamento com GO 050).

Situação: trecho de 70 km. Foi feita a base para asfaltamento em 25 km. O restante, 45 km, não foram pavimentados. Todo o trecho é extremamente ruim, com muitos buracos na pista; sinalização deficitária, necessidade urgente de manutenção. Trecho de escoamento de produção agrícola. De 30% a 40% dos aviários de mineiros dependem dessa rodovia. Além de região com lavoura de soja, cana, gado de corte e leite, e também de área de 500 ha de eucalipto e 200 ha de seringueira plantadas nas proximidades da rodovia.

GO-178 (Jataí – trecho que liga a BR-364 à GO-206. Região do Butecão, do Rio Vermelho).

Situação: Estrada não pavimentada. Trecho de 60 km. Sendo 30 km em estado crítico, necessitando urgentemente de manutenção. Região de lavoura, importante para o escoamento da produção.

GO-180 (Jataí – trecho que liga a BR-364 no km 19 até a região de São José, na escola Professor Chiquinho).

Situação: rodovia não pavimentada, com 90 km de estrada ruim, necessitando urgentemente de manutenção. Necessita de levantamento e cascalhamento urgente. Importante rodovia de escoamento da produção a região.

GO – 050 – (Trecho Chapadão do Céu até a GO-306 Sentido Mineiros).

Situação: extremamente ruim; trechos intransitáveis, sem sinalização, trechos onde não há mais asfalto. Importante região de escoamento da produção da região. Inúmeros ofícios já encaminhados à Agetop.

GO – 333 (trecho do entroncamento da GO 174 em Rio Verde até Jandaia)

Situação: rodovia pavimentada, estado crítico; muitos buracos na pista e trechos até mesmo sem pavimentação; sinalização precária.

GO – 164 (Trecho entre Acreúna e Paraúna).

Situação: rodovia pavimentada; condição muito ruim em determinados trechos; rodovia se deteriorando muito rápido em função das chuvas, muitos buracos na pista e trechos até mesmo sem pavimentação; sinalização precária.

GO- 206 ( trecho Chapadão do Céu – Itumirim/ Serranópolis).

Situação: rodovia não pavimentada, trechos ruins com muitos buracos na pista; sinalização ruim; necessidade urgente de manutenção.

GO-164 ( Trecho Santa Helena de Goiás – BR-060).

Situação: rodovia pavimentada, trechos com buracos e falta de sinalização; rodovia se deteriorando muito rapidamente no período chuvoso.

GO-220 (Trecho Perolândia – Portelândia).

Situação: rodovia não pavimentada e problemática em épocas chuvosas; necessita manutenção preventiva urgente.

GO-341 (Trecho Mineiros a BR-158)

Situação: rodovia não pavimentada e com muitos buracos; necessita de manutenção.

GO-341 (Trecho Mineiros e o Trevo da BR-158 que liga até Caiapônia).

Situação: rodovia não pavimentada; necessidade de manutenção; trechos intransitáveis.

GO-206 (Trecho Itarumã a GO-184 – Serranópolis e de Itarumã à GO-174).

Situação: rodovia não pavimentada; muitos buracos. Trechos intransitáveis, necessidade de manutenção.

GO-174 (Trecho GO-206 passando por Cachoeira Alta até GO-302 em Lagoa Santa).

Situação: rodovia não pavimentada, muitos buracos. Necessidade de manutenção.

GO-333 (Ligando GO-174, perto de Rio Verde até a GO-164 ligando Paraúna a Acreúna).

Situação: rodovia não pavimentada; muitos buracos. Necessidade de manutenção.

GO-461 (Trecho que liga a GO-174 no km 27 até a GO-206 que liga a Quirinópolis).

Situação: rodovia não pavimentada, trechos intransitáveis. Necessidade urgente de manutenção. Região de escoamento de safra.

GO-461 (Trecho GO-194 – Santa Rita do Araguaia).

Situação: rodovia não pavimentada e em péssimo estado. Necessidade de manutenção e concerto de pontes de madeira que não suportam passagem de caminhões.

GO-220 (Trecho Perolândia – Estância)

Situação: rodovia pavimentada; em estado crítico. Necessidade de manutenção imediata.

GO-184 (Trecho Itumirim – Cassilândia-MS)

Situação: rodovia pavimentada; em estado crítico. Necessidade de manutenção imediata.

GO-467 (Trecho GO184 – GO 178).

Situação: rodovia não pavimentada. Necessidade de manutenção imediata.

Rodovias Federais

BR-364 (Trecho Mineiros e Jataí).

Situação: rodovia pavimentada, muito esburacada. Necessidade de restauração e operação tapa buraco em vários trechos.

BR-158 (Trechos Caiapônia/ Piranhas e Caiapônia/ Jataí).

Situação: rodovia pavimentada; estado crítico. Necessidade urgente de manutenção.

BR-452 (Trecho Rio Verde – Bom Jesus de Goiás).

Situação: rodovia pavimentada; alguns trechos em estado crítico (trevo Santa Helena a Bom Jesus), manutenção urgente.

BR-153 (Anápolis – Divisa Tocantins).

Situação: rodovia pavimentada. Buracos na pista; estado crítico em alguns trechos.