10/01/2019 – GOIÁS – Programa de combate à evasão escolar fez com que o indice de desempenho escolar crescesse em Águas Lindas

O problema com evasão escolar é um assunto que preocupa os educadores e
responsáveis pelas políticas públicas de desenvolvimento e ensino. De acordo com
o Ministério da Educação (MEC), a evasão atinge 6,9% no Ensino Fundamental e
10% no Ensino Médio (3,2 milhões de crianças e jovens, segundo dados de 2005).

Projeto Hildo

São mais 2,9 milhões (dados de 2007) que abandonam as aulas num ano e
retornam no seguinte, engrossando outro índice preocupante: o da distorção idade e
série.
Há muitos motivos que levam o aluno a deixar de estudar – a necessidade de entrar
no mercado de trabalho, a falta de interesse pela escola, dificuldades de
aprendizado que podem acontecer no percurso escolar, doenças crônicas,
deficiências no transporte escolar, falta de incentivo dos pais, mudanças de
endereço e outros.
Para serem minimizados, alguns desses problemas dependem de ações do poder
público. Outros, contudo, podem ser solucionados com iniciativas tomadas ao longo
do ano pelos gestores escolares e suas equipes, que têm a responsabilidade de
assegurar as condições de ensino e aprendizagem – o que, obviamente, se perde
quando a criança não vai à aula.
A gestão Hildo do Candango revolucionou o ensino em sua fase inicial, elaborando
politicas públicas de inclusão e contribuiu para que milhares de crianças pudessem
frequentar as salas de aulas e serem alfabetizadas.
Os resultados positivos do programa são expressivos, de 2.457 alunos reprovados
em 2015 hoje apenas 400 alunos estão na faixa de risco.500% menos alunos
reprovados em apenas 3 anos.