11/05/2018 – GOIÁS – Nas redes sociais, José Eliton anuncia desarticulação de quadrilhas responsáveis por ataques em Novo Gama e Ipameri

► Forças policiais agiram com rapidez e eficiência para desbaratar associações criminosas que explodiram bancos nos dois municípios
► Agilidade na resposta, eficiência na investigação e integração das forças policiais garantiram desarticulação das quadrilhas em 24 horas no caso de Novo Gama e 48 horas no de Ipameri
► Com solução de atentados, índice de resolutividade de explosão chega a 95% em 2018

Gabinete de Imprensa Goiás

Goiânia, 11 de maio de 2018 – Em vídeo para seus seguidores nas redes sociais, o governador José Eliton anunciou nesta sexta-feira (11/5) a desarticulação das quadrilhas responsáveis por ataques a agências bancárias e estabelecimentos comerciais em Ipameri, no Sudeste Goiano, e em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, respectivamente 48 horas e 24 horas após os crimes. As forças policiais de Goiás identificaram e prenderam as quadrilhas responsáveis pelos atentados em Ipameri e Novo Gama”, disse o governador, ao lado do secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior.

Logo em seguida, na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública, Irapuan concedeu entrevista coletiva ao lado dos comandantes das forças policiais para detalhar os resultados das operações que derrubaram as duas quadrilhas. “Não vamos descansar até que não prendamos todos os envolvidos nos dois eventos criminosos”, disse o titular da SSP. A agilidade na resposta das polícias, a eficiência da investigação, com emprego de alta inteligência, e a integração entre as forças de segurança, segundo Irapuan, explicam a eficiência na resultado da operação.

A prefeita de Ipameri, Daniela Vaz, agradeceu ao governador e às forças policias pela rapidez na resolutividade dos crimes. “O governador José Eliton agiu com muita rapidez, quando soube do ocorrido no município de Ipameri. Ele determinou que o secretário de segurança pública agisse o mais rápido neste caso”, disse a prefeita, que participou de evento no Corpo de Bombeiros de Goiás”, no final da manhã desta sexta-feira.

A Polícia Militar, por meio das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), desarticulou, nesta quinta-feira (10/05), a associação criminosa responsável pela explosão de caixas eletrônicos em agências bancárias de Novo Gama. Já a Polícia Civil, através do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), identificou o grupo responsável pelo ataque em Ipameri. As ações fazem parte da força-tarefa montada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para elucidar os dois casos.

Menos de 24 horas após a ocorrência em Novo Gama, a PM conseguiu chegar até os suspeitos. Dois suspeitos foram encontrados em uma chácara em Valparaíso de Goiás. Eles reagiram à abordagem e trocaram tiros com a polícia. Um deles acabou morto e o outro foi preso. Além disso, um policial militar foi detido suspeito de fornecer munições ao grupo.

A quadrilha também é responsável pela explosão de agências bancárias de Valparaíso de Goiás, em abril deste ano. O mesmo grupo também estaria envolvido em duas outras ocorrências em Novo Gama. Em relação ao ataque em instituições financeiras de Ipameri, a Polícia Civil prendeu um homem suspeito de envolvimento com o grupo responsável pelo crime. Na chácara dele, foram recuperadas joias e relógios roubados, além de explosivos e armas de fogo.

De acordo com as investigações, a quadrilha envolvida no caso de Ipameri, também é responsável por ataques em agências bancárias de Abadia de Goiás, Cristalina, Campo Alegre e Montes Claros.

Repressão a crime
Forças policiais goianas têm atuado ostensivamente para coibir esse tipo de crime. Na última semana, por exemplo, a Rotam e o GAB desarticularam uma quadrilha interestadual especializada em roubos e furtos de instituições financeiras. Quatro assaltantes morreram em confronto com os policiais.

Foram apreendidas quatro armas de fogo e vários equipamentos que seriam utilizados para arrombamento de cofres e caixas eletrônicos. O grupo é responsável pela explosão de um caixa eletrônico no Setor Itaipu 2, em Aparecida de Goiânia. Em abril, a PM desarticulou o grupo responsável pelo ataque de uma agência do Banco do Brasil, em Goiânia. Três homens acabaram mortos em confronto. Eles haviam acabado de explodir os caixas eletrônicos quando foram abordados pela polícia. Foram encontrados R$ 120 mil em espécie, além de armas e outros equipamentos.

No mesmo mês, a Polícia Militar também deteve criminosos que atacaram o Banco Itaú, em Petrolina de Goiás. O ataque em uma agência da Caixa Econômica Federal, em Silvânia, em janeiro deste ano, também foi solucionado. Sobre ataques Bom Jesus de Goiás, Cumari, Itumbiara e Paranaiguara Polícia Civil já está com as investigações em estágio avançado e aguarda expedição de mandados de prisão.