12/04/2019 – GOIÁS – Secult e Unesco iniciam diálogo

Secretário Edival Lourenço acompanha missão da Unesco à cidade de Goiás. Ele afirma que existem vários projetos e ações que podem ser desenvolvidos em parceria

Secom – Governo de Goiás

O Estado de Goiás e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) estão em diálogo aberto para firmar parcerias e convênios em áreas como Cultura, Turismo, Educação, Ciência e Tecnologia. Esta semana uma missão da Unesco esteve em Goiás para conversar com autoridades e conhecer projetos e potencialidades. O Secretário de Estado de Cultura, Edival Lourenço, acompanhou uma comitiva à Cidade de Goiás.

“Goiás é um Estado riquíssimo culturalmente. Temos grandes potencialidades. Temos muita coisa a mostrar e a oferecer nas artes, culinária, música, literatura, patrimônio e tradições, por exemplo. Mas precisamos ter ações e projetos bem estruturados para ampliar a visibilidade tudo isso para o Brasil e o mundo. E a Unesco será uma importante parceira nessa proposta”, explicou Edival Lourenço.
A missão da Unesco esteve com o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha Caiado na quarta, dia 10, em Goiânia. Na quinta, dia 11, o secretário Edival Lourenço acompanhou técnicos à antiga capital goiana, Cidade de Goiás. Eles estiveram no Palácio Conde dos Arcos, Museu da Boa Morte, Casa de Cora, Museu das Bandeiras e Largo do Chafariz.

A antiga Vila Boa de Goiás foi tombada em 2001 e desde então é considerada Patrimônio Mundial da Unesco. Nascida nas primeiras décadas do Século XVIII, é um dos principais marcos históricos do Ciclo do Ouro no Brasil. Charmosa e bucólica, a Cidade de Goiás ganha visibilidade mundial em períodos como na Semana Santa e do Festival Internacional de Vídeo Ambiental (Fica). “Queremos trabalhar projetos para aumentar a visibilidade e criar um calendário mais amplo não só para a Cidade de Goiás, mas para todo o estado”, disse Edival Lourenço.

A Unesco vê com bons olhos as parcerias com Goiás. “Fiquei muito bem impressionada com o que vimos nessa passagem pelo Estado de Goiás, tanto pelos equipamentos culturais quanto pelas ideias e indicativos de projetos para parcerias”, disse a coordenadora de Cultura do escritório da Unesco no Brasil, Isabel de Freitas Paula. A partir de agora, cada uma das áreas do governo envolvidas no processo estará em contato constante com a Unesco para a elaboração e execução de projetos em comum.

Diálogo
O secretário Edival Lourenço e representantes da Unesco também se reuniram com representantes de setores culturais da Cidade de Goiás. Eles conversaram sobre reivindicações locais e projetos. Os produtores entregaram um documento com várias demandas para o Governo de Goiás e a Unesco. Uma das principais reivindicações é o apoio para que as atividades tenham mais visibilidade.