12/09/2018 – GOIÁS – Lúcia Vânia destaca projeto que corrige pontos da reforma trabalhista

Em entrevista, a candidata falou das propostas que tem para futuro mandato e de medidas que estão em andamento, como o projeto que corrige pontos da Reforma Trabalhista

assessoria Lucia Vania

A senadora Lúcia Vânia (PSB) vai trabalhar para cortar privilégios e colocar o país no caminho do desenvolvimento. Esse é um dos nortes que a candidata à reeleição propõe para o próximo mandato. A parlamentar goiana destacou em entrevista à Rádio Fonte FM as ações que pretende desempenhar em Brasília a partir do próximo ano, se eleita, e ainda comentou sobre os trabalhos que está desenvolvendo. Um exemplo é o projeto de lei que está tramitando atualmente no Senado Federal para corrigir pontos polêmicos da Reforma Trabalhista.

“Pude elaborar uma série de leis para beneficiar a população, como a Lei Nacional do Idoso, que retirou o idoso dos asilos e os levou para os centros de convivência que estão espalhados em todo o país; fui relatora da Lei Maria da Penha, que corrige uma chaga da violência contra a mulher; também fui autora do projeto que regularizou os incentivos fiscais, preservando mais de 600 mil empregos no estado”, disse a senadora, que também falou sobre a criação do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), que garante recursos para infraestrutura na região para geração de empregos e fomento do setor produtivo. “O FDCO já garantiu R$ 1 bilhão para o estado, atraindo empresas e garantindo empregos”, afirmou.

Lúcia Vânia disse que sempre fez política com responsabilidade. “Nada melhor do que combater a corrupção com o exemplo. É possível trabalhar no Congresso Nacional e representar bem as pessoas que te colocaram lá”, disse a senadora, que votou favorável à lei da ficha limpa e ao fim do foro privilegiado. “Quero voltar para o Congresso com a minha experiência e o meu compromisso de continuar trabalhando com muita garra e determinação”, afirmou a senadora.

A parlamentar goiana defendeu a necessidade de reformas para o Brasil voltar a crescer e gerar empregos; uma reforma da previdência que corte privilégios e uma reforma tributária. “Hoje o nosso sistema é muito complicado e ele precisa ser simplificado. Há uma injustiça tributária que precisa ser corrigida”, disse. Lúcia Vânia também falou sobre a necessidade de um pacto federativo para desconcentrar os recursos de Brasília, distribuindo entre os estados e municípios.

Sobre os índices de feminicídio no estado, a senadora disse que é preciso proteger as vítimas de violência doméstica, garantindo medidas para que a mulher se sinta encorajada a denunciar. O reajuste da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) e recursos para o custeio das unidades públicas foram medidas enfatizadas pela senadora para a saúde pública. Além disso, Lúcia Vânia defendeu o fortalecimento dos hospitais regionais, descentralizando o atendimento para a população do interior. “Trabalhei para garantir recursos para hospitais em todo o estado, relatei o projeto que criou um programa para renegociar as dívidas das Santas Casas brasileiras e habilitei leitos de UTI no Hugol”, disse Lúcia Vânia.

O projeto de autoria da senadora Lúcia Vânia que corrige pontos polêmicos da reforma trabalhista, como o trabalho intermitente e a permissão para que mulheres grávidas trabalhem em locais insalubres, também foi destacado na entrevista. “A maternidade tem função social e é dever do estado protegê-la. Fiz um projeto de lei para corrigir essas lacunas da reforma e ele está em tramitação no Congresso”, disse.

A candidata ainda pontuou que honra o voto do eleitor e trabalha com muita responsabilidade, defendendo o estado de Goiás e fazendo leis para beneficiar a população.