12/09/2018 – GOIÁS – Lúcia Vânia diz que, no Senado, continuará sendo a defensora das Santas Casas

Em Anápolis, senadora visitou a diretora Irmã Rita Cecília, de quem ouviu agradecimentos por recursos e atenção destinados à unidade

assessoria lucia vania

Senadora e candidata à reeleição, Lúcia Vânia (PSB) visitou, na tarde desta quarta-feira, 12, a Santa Casa de Misericórdia de Anápolis. Ela recebeu o reconhecimento pelo seu trabalho de relatoria que formatou o programa que garantiu um alívio financeiro para as Santas Casas e hospitais filantrópicos de todo o país. À senadora foram dirigidos agradecimento por ela ter destinado recursos para as Santas Casas de Goiás. “Continuarei sendo a defensora das Santas Casas lá no Senado”, disse a senadora.

“A mãe das Santas Casas”, é assim que a Irmã Rita Cecília, diretora da Santa Casa de Anápolis, definiu a senadora Lúcia Vânia. “Nas emendas de bancada a senadora sempre destinou recursos para as Santas Casas”, completou.

“Eu, como relatora do Pró-Santas Casas, tive a oportunidade de ouvir as Santas Casas e formatei um projeto para incluir também todos os hospitais filantrópicos em dívida”, disse a senadora, que também destacou a derrubada do veto do governo ao projeto, impedindo que hospitais inadimplentes pudessem ter acesso ao projeto. “Derrubamos o veto e o governo fez uma medida provisória para contemplar as necessidades do projeto”, disse Lúcia Vânia.

“A senadora é uma defensora do interesse das pessoas, não é de hoje que ela vem fazendo essa defesa da saúde. Se o Pró-Santas Casas não tivesse passado pelas mãos dela, não teria ido para frente. É uma representante de todas as santas casas do Brasil”, disse José Roldão Gonçalves, presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia de Goiás, que acompanhou a tramitação do projeto no Senado Federal.

Aos dirigentes da Santa Casa, a senadora pôde falar sobre a medida provisória aprovada pelo Congresso Nacional nesta terça-feira, que abre uma linha de crédito de R$ 4,7 bilhões por ano às Santas Casas de Misericórdia e hospitais filantrópicos que participem de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS). Os recursos têm como fonte o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O texto segue agora para os plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

O vereador Jackson Charles (PSB), o candidato a deputado estadual Dr. Samuel, o vice-prefeito de Anápolis, Márcio Cândido (PSDB), e a primeira-dama, Vivian Albernaz ,também acompanharam a senadora na agenda.