12/08/2017 – GOIÁS – “Na minha posse, fiz referência ao governador Marconi Perillo pelo modelo de gestão”, afirma prefeito de Campos Verdes, do PMDB

Governador foi homenageado pelos mineradores participantes do programa Campos Verdes Mais Competitivo e Inovador, programa este que o prefeito disse, com orgulho, ter sido copiado do modelo do Goiás Mais Competitivo e Inovador

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

O prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves (PMDB), afirmou hoje buscar no governador Marconi Perillo inspiração para administrar. “Na minha posse, fiz referência ao governador Marconi Perillo, do modelo de gestão”, revelou. Naves, que é presidente da Federação Goiana dos Municípios (FGM), afirmou que o ato de Marconi, no início do quarto mandato, demonstrou sabedoria administrativa ao reduzir o número de secretarias para dez.

“Em Campos Verdes, copiamos este modelo. Tínhamos dez secretarias e nós reduzimos para três, para enxugar a máquina e poder pagar as contas em dia”, declarou durante solenidade do Programa Goiás na Frente no salão paroquial da Igreja Santo Antônio de Pádua, ocasião em que assinou com o governador convênio no valor de R$ 1 milhão e 500 mil para asfaltar as ruas da cidade que ainda estão na terra.

O peemedebista comentou o fato de Marconi Perillo ter criado o Goiás na Frente e distribuir “de maneira republicana” os mais de R$ 9 bilhões do programa para que as próprias prefeituras comandassem as obras municipais. “É o governador de todos os goianos, governador republicano, parceiro dos municípios, de todos os prefeitos e prefeitas do Estado de Goiás”, ressaltou.

Haroldo lembrou um convite de Marconi, em janeiro deste ano, para participar de uma reunião do grupo Goiás Mais Competitivo e Inovador (GMCI), no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Após aquela experiência, narrou, iniciou a implantação de um modelo parecido em Campos Verdes para implantar o Campos Verdes Mais Competitivo e Inovador, com objetivo de tornar a gestão do município cada vez mais eficiente.

Marconi homenageado pelos mineradores – Falou também de uma conversa que teve com Marconi no início do ano, ocasião em que pediu ajuda financeira para que a cidade pudesse retomar a Feira das Esmeraldas, que não é realizada há mais de 10 anos. O município, considerado a cidade das esmeraldas, tem parte da economia baseada na prospecção do minério.

“Marconi e o vice, José Eliton, me receberam e imediatamente e liberaram R$ 200 mil para realizarmos a Feira das Esmeraldas este ano”, afirmou o prefeito, que comandou homenagem feita pelos mineradores ao governador, que recebeu uma placa de honra ao mérito.