12/08/2017 – GOIÁS – O Antagonista repercute entrevista de Marconi a Veja

Blog político reproduz afirmações do governador à principal revista semanal do País

Carlos Eduardo Reche

O blog O Antagonista, um dos principais portais da crônica política do País, repercute a entrevista do governador Marconi Perillo à revista Veja. “O governador de Goiás, Marconi Perillo, um dos principais nomes do PSDB, desaprovou a iniciativa do partido de assumir erros sem consultar previamente as lideranças tucanas”, diz o portal. “Ele disse à Veja: ‘Quem eventualmente cometeu erros, algum tipo de equívoco ou crime, deve pedir desculpas. Não diria o partido como um todo. Os bons não podem pagar por poucos ruins'”.

Na entrevista à Veja, principal revista semanal do País, o governador analisou os destinos do PSDB e do Brasil a pouco mais de um ano das eleições presidenciais. Foi questionado sobre sua eventual disposição em assumir o comando da legenda e de disputar o Palácio do Planalto em 2018. Na entrevista, publicado no portal de Veja na noite deste sábado, 11, a revista afirma que Marconi “é um dos principais nomes do PSDB” e aborda o governador sobre o apoio ao governo do presidente Michel Temer, o debate interno no partido, a discussão sobre o programa de governo a ser apresentado na corrida eleitoral e a escolha do presidenciável tucano.

Questionado por Veja sobre o intenso debate no partido sobre a permanência do PSDB na base de apoio de Temer, Marconi ponderou que a legenda “foi o principal fiador do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT)”. “Um partido democrático como o PSDB precisa conviver – e sempre conviveu – com diferentes opiniões em relação a diversos temas. O PSDB foi o principal fiador do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Além disso, também assumiu responsabilidades em relação ao país”, disse Marconi.