14/05/2018 – GOIÁS – Estamos vivendo tempos frios, não estou falando apenas de uma frieza

térmica, apenas de baixas temperaturas, onde apenas a sentimos em nosso
corpo.

Ascom Lucas Antonietti

Falo também de outro tipo de frieza, que tem alcançado a muitos, e que se não
cuidarmos pode nos alcançar, essa frieza tem algumas características, a
ausencia de alguns sentimentos e atitudes, que são:
 Ausência de humanidade
 Ausência do voluntariado
 Ausência do compartilhar
 Ausência do relacionamento
 Ausência do servir
Essas são apenas algumas das principais características que geram essa frieza,
que pode se instalar em nossa alma nos levando a indiferença, a
insensibilidade a dor, ao sofrimento do próximo, e quando digo próximo, é
próximo de verdade, que na maioria das vezes moram do lado das nossas
casas, famílias que estão clamando por socorro, por um gesto meigo de afeto,
podem estar nas praças onde passamos todos dias na correria do dia a dia,
podem está nesse momento a sua frente, enquanto você ler esse texto.
Mais em um mundo que vive uma frieza constante, com a temperatura do
amor ao próximo, bem abaixo de 0, existem fagulhas da solidariedade que não
se dão por vencidas e tentam incendiar uma nação, uma geração, ou apenas
uma nova cidade no entorno de Brasília chamada Águas Lindas de Goiás.
Uma cidade com um nome que nos dá a esperança de mananciais de águas
melhores.
Como ia dizendo, fagulhas de amor se juntam nessa cidade, causando focos de
incêndio, aquecendo assim a vida de muitas famílias.
Existem vários focos.  mais hoje irei enfatizar apenas um desses, que se
chama ''Santa Mônica Para Todos'' em especial a ''Campanha do
Cobertor'' que em 2017 arrecadou mais de 1500 cobertores aquecendo assim
centenas de pessoas.
Esse foco de incêndio do amor tem como idealizadores, juntamente com uma
multidão incendiários, um jovem casal de médicos, o Dr. Lucas Antonietti e a
sua esposa Dra. Fernanda Antonietti, que em suas profissões já tem o encargo
de levar a saúde do corpo para as pessoas, mais que decidiram agora também
aquecer as emoções de muitos, levando amor, levando esperança,  levando
calor. Poderiam ter seguido as suas vidas como muitos fazem em seus polos
nortes da insensibilidade, mais decidiram fazer, ser a diferença.
A campanha do cobertor já começou e vai até o mês de junho. Você pode
também fazer parte desse exercito de incendiários.
As doações estão sendo recebidas na clínica Santa Mônica Para Todos em
horário comercial.
Nesse frio seja Amor. Doe Calor.
Participe! Doe Amor! Doe Calor!
Porque Fazer o Bem, Faz Bem