18/09/2020-Goiás-Caiado quer Goiás como referência em trânsito seguro

Governador propõe parceria com municípios, para que o Estado seja, percentualmente, o de menor incidência de acidentes no trânsito, número de óbitos e de sequelas

Na solenidade que marcou a abertura da Semana Nacional de Trânsito em Goiás e o início das inscrições para a segunda etapa do programa CNH Social, realizada nesta sexta-feira (18/09), no Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), o governador Ronaldo Caiado demonstrou preocupação com altos índices relacionados à violência no trânsito. Ele disse que a meta do Estado é trabalhar em parceria com os municípios para reduzir o número de acidentes.

Caiado lançou um desafio. “Se conseguimos ser primeiro lugar em várias situações, como na educação, no menor tempo para liberação de uma empresa no país, na eficiência e competitividade, por que, no ano que vem, não podemos comemorar também ser percentualmente o Estado com menor incidência de acidentes de trânsito, menor número de óbitos e de sequelas?”, questionou.

O governador solicitou que todas as secretarias municipais de trânsito assumam essa responsabilidade juntamente ao governo estadual. “Os municípios atuam no controle do trânsito, mas nós nos colocamos à inteira disposição para junto a eles diminuirmos esse impacto que tanto mal e consequências trazem para o nosso dia a dia”, propôs. “Essa parceria tem um significado maior.”

Os números preocupam. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, em 2019, Goiás registrou mais de 70 mil acidentes de trânsito, sendo que aproximadamente 800 foram com vítima fatal. Em 2020, até agosto, foram contabilizados mais de 40 mil acidentes, com cerca de 500 mortes.

Em todo Brasil, a cada hora, cinco pessoas morrem em acidentes de trânsito, segundo o Conselho Federal de Medicina. Nos últimos dez anos, foram mais de 1,6 milhão de vítimas graves, o que se configura com o um problema nacional de saúde pública. Os altos índices poderiam ser evitados com a observância das leis de trânsito.

Dados do Observatório Nacional de Segurança Viária demonstram que 90% dos acidentes ocorrem por falha humana. Ciente dessa realidade, Caiado alertou: “As pessoas precisam compreender que um gesto numa hora de agitação ou de descuido pode gerar sequelas enormes, impedir uma pessoa de continuar suas atividades ou causar um óbito”.

Semana Nacional de Trânsito
Com o objetivo de conscientizar os condutores e a população em geral sobre os cuidados necessários no dia a dia do tráfego de veículos e pedestres, a Semana Nacional de Trânsito, instituída em 1997 pelo Código Brasileiro de Trânsito, é celebrada todo ano, entre os dias 18 e 25 de setembro.

Com o tema “Perceba o risco, proteja a vida”, a ação de 2020 prevê a promoção de campanhas de conscientização sobre o respeito às leis de trânsito e atividades educativas, como blitzes, passeios ciclísticos e exposição de veículos antigos.

O ano também marca o encerramento da Década de Ações pelo Trânsito Seguro (2011-2020), proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU), na qual governos de todo o mundo se comprometeram em implantar medidas para prevenção de acidentes.

Foto: Junior Guimarães

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás