20/11/2020-Goiás-Procon Goiás consulta e divulga preços para a Black Friday

Cientes dos valores de 1.210 produtos já anunciados em ofertas, os consumidores poderão compará-los aos preços que serão praticados no dia 27 de novembro.

A lista é resultado de intenso trabalho de campo, quando as equipes percorreram 50 estabelecimentos comerciais, principalmente redes varejistas, em Goiânia e em Aparecida.

Para ajudar os consumidores na Black Friday, no próximo dia 27, o Procon Goiás divulga as planilhas de preços de 1.210 produtos já anunciados em ofertas ou que podem entrar em promoção.

A lista contempla uma grande diversidade dos itens mais procurados nesta data comercial: eletroeletrônicos como televisores, celulares e notebooks. Também foram pesquisados itens da linha branca como geladeiras e fogões.

A publicação desta relação é resultado de um intenso trabalho de campo realizado, quando as equipes do Procon percorreram 50 estabelecimentos comerciais, sendo principalmente as redes varejistas, em Goiânia e em Aparecida de Goiânia.

Cientes desses valores, os consumidores poderão compará-los aos preços que serão praticados no dia 27 de novembro e, se for constatada elevação de preço em relação ao que foi consultado anteriormente, o Procon Goiás deverá ser acionado para autuar o estabelecimento imediatamente.

Sites

Como o volume de vendas mais expressivo deve acontecer pela internet, em função da pandemia, os anúncios publicados em sites também estão sendo monitorados pelos fiscais do Procon Goiás e serão comparados aos preços promocionais praticados no dia 27 de novembro. Uma equipe de fiscais ficará de plantão para averiguar as denúncias que chegarem ao órgão pelo telefone e pela plataforma Procon Web.

Semana Brasil

Levantamento realizado anteriormente pelo Procon Goiás, à época da Semana Brasil (em setembro), também poderá auxiliar os consumidores a fazerem essa comparação. Ao todo, 82 estabelecimentos comerciais de Goiânia e Aparecida de Goiânia foram visitados e pesquisados os preços de roupas, calçados, perfumes e eletroeletrônicos entre outros. Veja aqui.

O superintendente do Procon Goiás, Allen Viana, afirma que os fiscais estão vigilantes para evitar possíveis fraudes nesta época. “A Black Friday tem como principal função movimentar o comércio e a economia, o que é muito importante neste tempo de crise provocada pela pandemia da Covid-19. No entanto, o Procon Goiás trabalha efetivamente para preservar os direitos dos consumidores e impedir que eles sejam enganados, com eventuais ‘maquiagens de preços’”.

Principais infrações

As principais infrações observadas durante a realização da Black Friday são publicidade enganosa e a não oferta do produto. Também é preciso ficar atento para o cumprimento da Lei Estadual nº 19.607 (2017), que obriga os fornecedores, no Estado de Goiás, a informar ao consumidor o histórico de preços de produtos e serviços em promoção. A legislação ajuda o consumidor a identificar o menor preço nesta relação e assim saber se a promoção é autêntica ou enganosa.

Denúncias e reclamações

Em caso de suspeita ou constatação de irregularidades, o Procon Goiás poderá ser acionado pelos seguintes canais de atendimento:

Denúncias: 151 (Goiânia) ou (62) 3201-7124 (interior)

Reclamações: Consumidor.gov (www.consumidor.gov.br) ou Procon Web (proconweb.ssp.go.gov.br)