23/01/2019 – GOIÁS – Andréa Vulcanis percorre nascentes do Meia Ponte e áreas de preservação

A secretária de Meio Ambiente Andréa Vulcanis durante agenda de campo, nesta terça-feira, dia 22, percorreu nascentes do Rio Meia Ponte, do córrego Taquaral e áreas recuperadas de mata ciliar. A titular da pasta se propôs a conhecer as ferramentas para facilitar a recuperação das nascentes em áreas de preservação permanente de Goiás.

Comunicação Setorial da Secima Goiás

Acompanharam a secretária, o delegado Luziano de Carvalho (Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente), o Coronel Heber Lima (Batalhão Ambiental), e equipes da Seaneago e da Secima.

Andrea pontuou que a missão de campo foi importante para estreitar a relação entre governo, policiamento ambiental e o trabalhador rural. “Nosso propósito é partir para uma ação conjunta e participativa de todas as instâncias e trazer o produtor rural para o lado do meio ambiente, para que possamos conciliar os interesses e diminuir os danos das ações ambientais”, reforçou.

A secretária ainda destacou que o ponto chave é a conscientização junto ao produtor rural.“O trabalho de maior importância é o da conscientização. O que vi aqui me deixou feliz. Quando o trabalhador rural está conscientizado e engajado, ele assume a causa ambiental como uma causa própria”, explicou.

Para o produtor rural Geraldo Afonso, é satisfatório ver o progresso da recuperação das nascentes. Ele parabenizou a iniciativa da Secretaria em buscar conhecer o trabalho com as nascentes.“É muito importante que as autoridades confiram este trabalho de recuperação, porque é um projeto que pensa nas gerações futuras e, por isso, precisa ter continuidade”, disse.

O delegado Luziano de Carvalho viu com otimismo a atuação da nova gestão à frente da Secretaria de Meio Ambiente. “Sinto que este programa de recuperação das nascentes está deixando de ser uma política apenas da Polícia Civil e passando a ser uma política de governo. Estou otimista para um resultado muito melhor do que aquele que não tivemos em 20 anos de trabalho”, disse Luziano.

O coronel Heber Lima reforça a importância do envolvimento entre o governo, polícia e o produtor rural para o desenvolvimento sustentável. “A preocupação maior é de que nós tenhamos esse desenvolvimento de forma sustentável. Ou seja, que o produtor rural consiga ter o auto sustento sem prejudicar o meio ambiente, e, principalmente, as nossa nascentes”, ressaltou.

Batalhão Ambiental

Na oportunidade, a secretária Andréa Vulcanis aproveitou para também visitar o Batalhão da Polícia Ambiental de Abadia, onde pôde conhecer mais sobre o trabalho do Batalhão, que atua no policiamento ambiental, fiscalização de caça, pesca, desmatamento ilegal, dentre outros crimes.

Ainda na agenda de campo, a secretária conheceu todo o sistema Meia Ponte, indo da nascente, passando por pontos de fiscalização e chegando à Estação de Tratamento de Água (ETA) do Meia Ponte, um dos principais pontos de abastecimento de Goiânia e Região Metropolitana. A ETA é uma unidade da Saneago.