25/06/2020-Goiás-Agrodefesa orienta sobre prevenção e controle de pragas em bananais

Trabalho é desenvolvido com produtores e comerciantes da região Oeste do Estado

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária, órgão do Governo de Goiás, por meio da Gerência de Sanidade Vegetal e Coordenação do Programa de Prevenção e Controle de Pragas em Banana, desenvolve uma série de ações para orientar produtores e comerciantes da região Oeste de Goiás sobre medidas legais, normas e formas corretas de prevenir, controlar e evitar a disseminação de pragas que afetam a produção de bananas.

As atividades de supervisão tiveram início no dia 18 de junho e se estendem até a próxima sexta-feira, dia 26, com visitas para orientação técnica a produtores, proprietários de depósitos de comercialização de bananas no atacado e aos fiscais das Unidades Locais e Regionais da Agrodefesa. A finalidade é o repasse de informações e atualização sobre o Programa da banana. O presidente da Agência, José Essado, enfatiza que as ações de educação fitossanitária são fundamentais para prevenir e evitar que pragas entrem e se espalhem nos pomares, o que pode ocasionar prejuízos econômicos aos produtores e ao Estado.

Os trabalhos abrangem os municípios de Arenópolis, Caiapônia, Piranhas e São Luís de Montes Belos. As ações são conduzidas pelo coordenador do Programa de Prevenção e Controle de Pragas em Banana, Juracy Rocha Braga Filho, com participação também dos fiscais Simiramy Borges Horbylon Castro de Paula, Marcelo Rodrigo Tebaldi e Manoel de Lima, ligados às Regionais Rio Caiapó da Agrodefesa em Iporá e Rio dos Bois em São Luís de Montes Belos.

Ações desenvolvidas
Em São Luís de Montes Belos, os técnicos realizaram a prospecção de depósitos comercializadores de banana, com o objetivo de orientar sobre a necessidade de cadastramento como Unidade de Consolidação – UC/ATVC para emissão de Autorização de Trânsito de Vegetais Consolidada. Na localidade foi identificado um estabelecimento com potencial para cadastramento.

Em Arenópolis e Caiapônia, os produtores interessados na higienização de caixas plásticas na propriedade apresentaram área para a construção de estrutura mínima exigida pela Instrução Normativa nº 12/2018 da Agrodefesa. Ainda em Caiapônia, em estrutura já construída, foi executada a higienização/teste de caixas plásticas e de frutos para treinamento do produtor e avaliação de possíveis riscos tanto para o produtor, quanto para os frutos transportados.

Três propriedades produtoras de banana foram fiscalizadas nos municípios de Piranhas e Caiapônia. Durante a supervisão houve coleta de amostras vegetais para detecção de pragas. Também foram desenvolvidas ações de educação fitossanitária sobre o transporte correto de frutos, mesmo para o consumo próprio. Outra ação importante de educação fitossanitária foi realizada ao longo de toda a GO-060, qual seja a orientação de comerciantes sobre a proibição do transporte de frutos acondicionados com folhas, sobre comercialização e exposição de frutos em cacho e ainda a necessidade de utilização de caixas plásticas higienizadas para transporte da banana. Todos esses cuidados são fundamentais para prevenir a disseminação de doenças.

Nesta quinta e sexta-feira, idias 25 e 26, o coordenador do Programa Juracy Rocha retorna ao município de Arenópolis para avaliar as condições fitossanitárias dos bananais em diversas propriedades rurais. Em 2020, é celebrado o Ano Internacional da Saúde Vegetal ou Fitossanidade. Em razão disso os produtores vêm sendo esclarecidos sobre a importância das atividades da defesa agropecuária vegetal para a prevenção contra a entrada e disseminação de pragas que podem afetar os bananais e causar prejuízos econômicos aos produtores e ao Estado de Goiás.

Mais informações: (62) 3201-3546

Assessoria de Comunicação da Agrodefesa – Governo de Goiás