25/06/2020-Goiás-Alegria e descontração marcam Arraial do Amor do Crer

Festa na unidade do Governo de Goiás foi planejada e totalmente adaptada às recomendações sanitárias de combate ao novo coronavírus

Nem mesmo as máscaras foram capazes de esconder o sorriso no rosto dos profissionais do Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), durante a festa junina da unidade do Governo de Goiás. Realizado na quarta-feira, 24, o Arraial do Amor, como foi chamado, foi planejado e totalmente adaptado às recomendações sanitárias de combate ao novo coronavírus.

Músicas juninas, pescaria, comidas típicas e profissionais caracterizados deram o tom da brincadeira. Destaque na comemoração deste ano, o Cordel Digital, uma espécie de correio elegante, possibilitou aos profissionais e pacientes o envio de mensagens de reconhecimento e carinho para colegas de trabalho ou amigos e familiares. Por meio de um tablet, os recadinhos eletrônicos foram colhidos e enviados via WhatsApp.

A paciente Greicimar Pereira Taveira, internada no Crer para reabilitação, teve a oportunidade de enviar um recado especial para seus familiares. “Gostei muito desse correio elegante, porque, mesmo de longe, pude mandar uma mensagem especial para meus familiares”, disse.
Comidas típicas

Comidas típicas
No refeitório, comidas típicas foram servidas aos profissionais do hospital. Os pacientes internados também participaram da comemoração. Bilhetinhos juninos foram colocados nas refeições servidas aos usuários do hospital.
Responsável pelo voluntariado do Crer, Daniela Paiva, uma das organizadoras do Arraial do Amor, falou da importância da realização da festa junina, mesmo em tempos de pandemia.

“Vivemos num momento em que fomos forçados a nos distanciarmos de todos, por conta da pandemia. O abraço de bom dia, o aperto de mão, o beijo no rosto, tudo isso são atitudes que, hoje, colocam em risco a vida de quem amamos. Então, toda forma segura de descontração mantêm vivas nossas tradições e nos aproxima, mesmo com o distanciamento social. A realização do Arraial do Amor nos fez sentir vivos e com a certeza de que tudo isso vai passar”, ressaltou.

Para a supervisora de Atendimento ao Paciente Ambulatorial, Hélvia Fernandes de Assis, a comemoração foi um momento de confraternização. “Nossa festa junina este ano foi diferente, mas, mesmo assim, trouxe o mesmo sentimento bom que sentimos nos outros anos. Foi um momento de descontração de toda a equipe, o que aliviou a tensão comum à rotina do dia a dia. Festejamos, tiramos fotos, demos risada e, o mais importante, compartilhamos momentos juntos, mesmo não podendo contato físico, conseguimos confraternizar”, elogiou a supervisora.

Rafaela Bernardes (texto e fotos)/Agir