26/06/2020-Goiás-Notícia do Entorno – ANTT aprova celebração de convênio com DF para delegação da gestão do serviço de transporte semiurbano

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT aprovou a celebração do convênio para delegação de competência da gestão, regulação e fiscalização do serviço de transporte rodoviário interestadual semiurbano coletivo de passageiros no território da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE/DF.

A proposta apresentada pelo presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB), Hildo do Candango aos governadores do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e de Goiás, Ronaldo Caiado, propõe implantar um consórcio com vistas a integrar o transporte coletivo de mais de 30 municípios que compõem a Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno (RIDE).

A medida, explicitada na Resolução nº 300 conforme publicação no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 25 de junho de 2020, determina à Superintendência de Governança, Planejamento e Articulação Institucional (SUART), com o apoio da Superintendência de Serviços de Transporte de Rodoviário de Passageiros (SUPAS), que adote providências para promover a assinatura do convênio de delegação, assim como posteriores tratativas junto ao Governo do Distrito Federal, visando à execução adequada do Plano de Trabalho.

O projeto do Consórcio Público de Mobilidade Urbana do Transporte Coletivo de Passageiros dos municípios integrantes da RIDE foi elaborado pela Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (AMAB). A gestão ficará a cargo do poder Executivo, e o convênio buscará a integração de mobilidade que hoje existe na capital DF.

A proposta dos municípios é que a gestão do transporte semiurbano fique a cargo das prefeituras em conjunto com os governos do DF e de Goiás, e abrange a fiscalização e a integração entre as linhas do transporte público.

Dados apresentados pela AMAB estimam que diariamente mil ônibus passem pela divisa do DF, sem integração com o transporte da capital. Isso intensifica o fluxo de veículos nas pistas, causa congestionamentos e aumenta o tempo de locomoção.

O presidente da AMAB e prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo Candango, ressaltou a importância desse projeto para os moradores do Entorno.

“O Entorno de Brasília continua crescendo e o transporte público tem que acompanhar o ritmo e se adequar a mobilidade urbana. Integrar o sistema de transporte do Entorno ao transporte do DF é a melhor forma de proporcionar mais conforto para os munícipes e tirar os ônibus sucateados de circulação das ruas”, afirmou.

O consórcio será financiado pelo próprio sistema de transporte, com retirada de um percentual das tarifas para sua manutenção.

Acompanhe mais informações nas redes sociais do prefeito Hildo do Candango.